Magia inesperada Você sucumbiu ao pânico tantas vezes Esteve a um passo da loucura total Viveu amores fictícios, Que só existiram no seu mundo irreal. Afligiu-se muitas vezes com problemas alheios Viu seus mais belos sonhos desfeitos Ao se deixar levar pelos olhares de um inescrupuloso, Pseudo-cavalheiro, que com um golpe certeiro Rachou seu coração ao meio. Abandonada pelo caminho Passou a freqüentar a procissão dos solitários Que alimentam a fé De não terem a solidão como destino. Abrindo as pupilas Percebe que o caminho, Ganhou um surpreendente traçado. Timidamente a felicidade renasce Deposita então, suas últimas esperanças, Na magia do inesperado De encontrar o verdadeiro amor Em alguém que sempre esteve ao seu lado. Bruno Rodrigues

Eu escrevo

Eu escrevo

Para quem eu escrevo?
Eu escrevo para os perdidos
Para os loucos
Para os românticos
Para os insanos
Para os desmedidos

Escrevo para os que amam sem razão
Afinal, para amar não precisa razão
E quem sempre tem razão
Vazio de amor está.

Eu escrevo para os iludidos
Para os angustiados, ansiosos
Para quem tem o coração entristecido
Para aqueles que acreditaram mais uma vez,
Se permitiram
Mesmo sabendo que iria dar errado
E ainda sim lutaram
Pelo que queriam

Eu escrevo
Para que encontrem nas minhas palavras
Um conforto
Um refúgio
Para saberem que não estão só
Eu nunca farei por fazer
Eu escrevo por mim
Eu escrevo,
Para você.


Bruno Rodrigues

Meus 34 anos de comodismo

Meus 34 anos de comodismo

Por comodismo
A gente aceita tanta coisa
Ficamos em um lugar que nunca foi nosso
E de fato nunca será
A gente aperta o coração
Para caber dentro do sonho alheio
Sem nos importarmos
Com tudo aquilo que sonhamos
A vida passa
E a gente nem se reconhece mais
E só depois enxergamos
Que a nossa vida ficou perdida,
Lá atrás…


Bruno Rodrigues

Hoje completo mais um ano de vida e, se eu pudesse falar com o Bruno do passado, eu só falaria para se arriscar mais nos momentos decisivos, ir atrás dos sonhos mesmo, que não adianta ficar sonhando e manter-se estagnado esperando que a sorte concretize aquilo que se sonhou…

Hoje tenho a missão de não deixar acontecer com o meu amado filho, o mesmo que comigo. No mais, sou grato a Deus por todas as oportunidades que a vida me trouxe, e principalmente pela família e amigos que Ele colocaste para seguirem do meu lado.

Encantamento

Encantamento O amor é um encantamento Que nasce da magia De ter alguém vivo No pensamento. Amor é encontrar-se encantado, Pelos olhos, sorriso e jeito. De alguém que de alguma forma  Torna-se perfeito. Quando o amor termina Ainda resta a lembrança de certos momentos E a saudade que vai se dissipando Conforme o vento! Bruno Rodrigues

Quarto Escuro

Quarto escuro

Qual é a última imagem do seu dia?
Aquela que fica gravada no seu imaginário
E toda noite ao fechar as retinas
É ela que o pensamento traz a tona
Deixa exposta no teto do quarto
Torna clara o fundo da alma

Essa imagem que não sai da sua cabeça
É seu melhor motivo
para amanhecer novamente amanhã
É a mola que vai te fazer ir além.
É o que você mais ama
É aquilo que te faz bem!


Bruno Rodrigues

O meu Resgate

O meu resgate

Esse meu desgaste vem
Do tanto que falei
Pelo tanto que senti
E do quanto insisti
Sei que não tenho mais lugar aqui.

Já tem um tempo
Que penso em mudar
Chegou a hora de partir
Ir pro mundo
E resgatar a fé em mim
Me amar um pouco mais
Esquecer o que ficou pra trás.


Bruno Rodrigues

“A evolução não é nada mais que a criação de novas necessidades” Bruno Rodrigues

“A evolução não é nada mais que a criação de novas necessidades” Bruno Rodrigues

Coração em Ruínas

Coração em Ruínas

O tempo transforma tudo em ruínas
Não importa o tamanho do monumento
Não importa o tamanho do sentimento
Aliás, nunca importou
Aquela casa
Cheia de vida e sonhos
Está aos pedaços
Aquele coração
Que batia sem medo
Coisas de um amor desmedido
Em ruínas, ficou.

Bruno Rodrigues

A dança

A dança

Me ensine a dançar
Me leve no seu passo
O seu sorriso
O seu olhar
Serviram de laço
Hoje não me vejo sem você
Morro de saudades
A cada anoitecer
Que passamos separados
Eu te amo
E não quero mais passar a vida
Dançando sozinho
E com esse sentimento disfarçado.


Bruno Rodrigues

Trocando os canais

Trocando os canais


Eu perdi as contas
De quantas vezes perdi o controle
Eu não respeitei os sinais
Eu passei do ponto
Deixei o amor próprio pra trás
Eu fui além
E dei um passo a mais
Eu quis ser tudo
Eu quis demais.

Eu perdi o controle
Fiquei muito tempo
Nessa triste história
Eu me enganei de verdade
Eu não troquei os canais.


Bruno Rodrigues

O sonho do amor perfeito

O sonho do amor perfeito

Talvez tenha chegado o dia,
Que eu não precise mais reclamar.

Talvez, ontem
Tenha me ensinado
Que tudo que é verdadeiro,
Permanece.
Que independente do tempo que se passe
A verdade não é perecível.

Talvez, hoje
Eu tenha acordado pra vida
Entrando em um sonho
Que só quem tá com os olhos bem abertos
Pode sonhar.

Talvez, hoje
Eu tenha entendido
Que o amor só acontece,
Em liberdade
E que é preciso ter maturidade
Para ser livre o bastante,
Para poder amar.

Bruno Rodrigues

Coração torto

Coração torto

Torto coração
Ama sem poder
Ama sem querer
Ama pra viver

Coração torto
Mesmo com tantas decepções
Insiste no amor
Pois não sabe ser diferente
Pois não quer ser igual aos outros.

Coração de poeta
Sente mais que os demais
É forte e sensível.

Poeta de coração
Sabe que se deixar o amor passar
Aos poucos, por dentro
Tudo vai se desfazer.

Bruno Rodrigues

Tempo amigo

Tempo amigo

Não veja o tempo como inimigo

Afinal, ninguém sairá vivo
Em uma guerra contra ele.

Faça do tempo seu melhor amigo
E aproveite-o por completo

A vida não pode ficar pra depois.

Bruno Rodrigues

Partida E foi, Assim silencioso, Sem ser notado, um adeus disfarçado, frio e sem graça, Assim é! Uma hora tudo passa, morre, acaba.. e fui… Bruno Rodrigues https://bubupoesias.wordpress.com/2021/06/12/partida/

Partida

Partida

E foi,
Assim silencioso,
Sem ser notado,
um adeus disfarçado,
frio e sem graça,
Assim é!
Uma hora tudo passa, morre, acaba..
e fui…

Bruno Rodrigues